São Paulo, 25 de maio de 2018

  Artigos | THE FUTURE OF WORK ACADEMY SUCESU-SP: TECNOLOGIAS, EMPREGOS E FUTURO DO TRABALHO - PARTE 1

Publicado por: SUCESU-SP

Parte 1 - Introdução

“Automação, plataformas digitais e outras inovações estão mudando a natureza do trabalho. Compreender essas mudanças pode ajudar os órgãos governamentais, os líderes empresariais e os trabalhadores a avançar”.

Hoje, o mundo do trabalho está em estado de agitação, o que está causando uma grande ansiedade e por boas razões. Há uma polarização crescente das oportunidades do mercado de trabalho entre empregos de alta e baixa qualificação, desemprego e subemprego, especialmente entre os jovens, renda estagnada para uma grande proporção de domicílios e desigualdade de renda.

A migração e os seus efeitos no emprego tornaram-se uma questão política sensível em muitas economias avançadas. Em todas as partes do mundo, o debate sobre o futuro do trabalho amplifica-se e a questão primordial é se haverá empregos suficiente para todos.

O desenvolvimento da automação advinda das novas tecnologias que incluem a robótica e inteligência artificial, entre outras, traz a promessa de maior produtividade (portanto maior crescimento econômico), maior eficiência, segurança e conveniência. Mas essas tecnologias, também, levantam questões difíceis de serem respondidas como o seu impacto sobre empregos, habilidades, salários e na própria natureza do trabalho.

Muitas atividades realizadas, hoje, têm o potencial de serem automatizadas. Ao mesmo tempo, plataformas de emprego, como Linkedin estão mudando e expandindo a maneira como as pessoas procuram trabalho e as empresas identificam e recrutam talentos. Trabalhadores independentes estão, cada vez mais, optando por oferecer seus serviços em plataformas digitais, tipo Uber, Upwork, e desafiando ideias convencionais sobre como e onde o trabalho é realizado.

Para os órgãos governamentais, líderes empresariais e trabalhadores, essas mudanças criam uma incerteza considerável, e por mais paradoxal que seja trazem a perspectiva de benefícios potenciais.

  Últimos Artigos